Textos de Fábio Roza

COMUNICADO AOS PACIENTES ITAPEVACUPUNTURA

Preocupados com a alta taxa de contaminação pelo vírus SARS-CoV-2 (Novo Coronavírus), causador da pandemia de COVID-19, a ITAPEVAcupuntura desde o primeiro momento alinhou-se às medidas preventivas tomadas pela Agência Nacional de Saúde (ANVISA) bem como das instâncias competentes relativas à prática médica em nosso país.

Nesse momento, ainda não há uma previsão estatística que demonstre quando será seguro a quebra do isolamento social. Porém, sabemos que o mês de abril ainda terá um crescimento acelerado no número de casos da doença, caso as medidas restritivas de contato não sejam mantidas.

Pensando nisso, respondendo ao questionamento pelos pacientes de previsão de retorno de funcionamento da clínica, decidimos planejar um retorno gradual das atividades clínicas a partir de 04 de maio de 2020 (segunda-feira), dentro dos padrões de segurança exigidos para a situação de pandemia. Entretanto, reforçamos a conduta de alinhamento aos órgãos técnicos competentes e, caso seja preciso novamente adiar a data de abertura, garantimos que todos os nossos pacientes serão informados.

Essa medida, visa a prevenção de circulação de indivíduos pela cidade em direção a consultas e sessões de procedimentos eletivos, ou seja, agendados e passíveis de serem transferidos para outra data sem o comprometimento do estado geral de saúde desses.

No momento, a ordem geral é “permaneça em casa”, o quanto possível, a fim de que você não se contamine e nem aos seus, uma vez que a potencialidade de alastramento do vírus ainda se encontra muito alta.

Possibilidade de atendimento por TELEMEDICINA.

No dia 19 de março de 2020, o Conselho Federal de Medicina (Resolução 1643/2002), reconheceu a possibilidade e eticidade do uso da TELEMEDICINA no país. Essa medida contribui para o aperfeiçoamento e a máxima eficiência dos serviços médicos prestados no País.

A nossa clínica, sendo um espaço médico de prevenção e cuidados com a saúde, dá a possibilidade aos seus pacientes de realizarem as consultas através do recurso de TELEMEDICINA.

O valor das consultas será reduzido, devido ao fato de que não há possibilidade de deslocamento, nem dos pacientes e nem dos profissionais de saúde até o consultório, que não está sendo usado. Com isso, garantimos que o máximo de pacientes possa ser atendido nesse momento.

Quanto às sessões de acupuntura

A acupuntura é um dos ramos da Medicina Tradicional Chinesa (MTC) que conta também com as práticas de meditação, atividade física, dieto e fitoterapia.

Nesse momento, oferecemos a possibilidade dos pacientes de acupuntura de acupuntura o agendamento de consultas para orientação dietética e de fitoterapia, além da consulta homeopática, como alternativa às sessões presenciais de acupuntura.

Estamos presentes nas redes sociais, de maneira direta, com conteúdo informativo. Em caso de dúvidas, não hesitem em nos procurar por Direct Message no Instagram ou Messenger, via Facebook. Nossas páginas são @itapevacupuntura (Instagram) e Itapevacupuntura no Facebook.

A ITAPEVAcupuntura espera poder revê-los, o mais breve possível, dentro do nosso ambiente de bem estar e conforto de sempre, tão apreciado pelos nossos pacientes.

Enquanto isso, permaneçam seguros e sintam todo o nosso carinho.

#fiqueemcasa

Leia todo o texto

Exercícios no local de trabalho

Em um consultório de acupuntura são muito comuns as queixas de dores originadas por má postura no ambiente de trabalho. Pensando nisso, o Professor MARCOS AYRAN, da Ayran Pilates, preparou uma matéria exclusiva para a Itapevacupuntura, explicando e orientando sobre os exercícios no trabalho.

Em toda sua história, o homem sempre trabalhou para seu sustento e de sua família. Durante muito tempo foi capaz de controlar o seu próprio tempo e o ritmo da produção, pois conhecia o passo a passo da fabricação de um determinado produto.
Com a revolução industrial surgiu a ideia de dividir o trabalho e transformar as tarefas em ações mecânicas e repetitivas para, com isso, aumentar a produtividade.

Com a ideia central do capitalismo de que tempo é dinheiro, a produção não pode parar, o trabalhador não pode perder nem um segundo para que a engrenagem não pare de funcionar, a revolução industrial passa a compreender o trabalhador como se ele fosse parte daquele maquinário, como se ele fosse uma verdadeira engrenagem. Robotizado, esse trabalhador é tratado como não humano.

Portanto o trabalhador é descartável, é substituível, pode ser mandado embora, pois outros entram em seu lugar e apertam os parafusos. O salário era tão baixo que a mulher, além das funções da casa, foi trabalhar nas fábricas.
A revolução industrial foi muito negativa para o trabalhador e com isso surgiram as doenças ocupacionais que representaram perdas para a produtividade.

As empresas perceberam que o homem doente não seria o homem ideal. Ele não representaria a produtividade ideal. Assim viu-se a necessidade de promover sua saúde.

O primeiro vestígio desta ideia vem da Polônia, datado de 1925 com o nome “Ginástica de Pausa”. Anos depois, espalhou-se pela Holanda e na Rússia. Na década de 60, além de se difundir por outros países da Europa, consolidou-se principalmente no Japão.
No Brasil, a ginástica laboral compensatória chegou em 1973 como forma de prevenção aos problemas causados pelas lesões de esforço repetitivo, porém somente se firmou na década de 90.

Atualmente, dados estatísticos demonstram como as empresas que implementaram a ginástica laboral para seus funcionários têm obtido resultados significativos na redução do absenteísmo e do afastamento, na melhora das relações interpessoais no ambiente de trabalho, com a redução no número de acidentes e demais despesas com saúde.

Hoje, só continua competitiva no mercado a empresa que se volta à qualidade de vida de seus funcionários, visto que a produtividade é diretamente proporcional à saúde do indivíduo.

As diversas experiências e o conhecimento desenvolvido desde o momento em que se iniciou a revolução industrial até os dias atuais, fez com que as empresas e os trabalhadores entendessem a importância da humanização nos ambientes de trabalho e, a ginástica laboral contribuiu com essa realidade onde todos ganham, agregando valor ao produto final.

Inúmeros são os benefícios da ginástica laboral, colocamos aqui alguns que irão ser notados rapidamente:
• Melhora da postura e redução das tensões;
• Redução do sono na jornada de trabalho;
• Melhora da coordenação motora, agilidade e Concentração;
• Prevenção de lesões musculotendinosas e ligamentares;
• Melhora do ânimo e disposição para o trabalho;
• Melhora da força e resistência muscular;
• Melhora do padrão respiratório;
• Desenvolvimento da consciência corporal;
• Redução da fadiga mental e muscular.

Nessa matéria colocaremos aqui alongamentos que podem ajudar na diminuição da LER/DORT de forma significativa, porem algumas regras devem ser adotadas para total resultados dos exercícios. Realize a cada 03 horas de trabalho, neste momento foco apenas nos exercícios, realize cada movimento de 15 a 30 segundos.

exe1

exe2

Referencias Bibiográficas
ALVES, J. H. F. Ginástica Laborativa – Método para prescrição de Exercícios Terapêuticos no Trabalho.
Revista Fisioterapia Brasil, v. 1, n. 1, set./out., 2000. p.19 – 22.
LAPAGESSE, F. D. Contribuições da Ergonomia e da Ergomotricidade nas Estruturas de Produtividade. Motos
Corporis. Rio de Janeiro: Universidade Gama Filho, 1998. p.21-41.
ZILLI, C. M. Manual de Cinesioterapia/Ginástica Laboral – Uma Tarefa Interdisciplinar com Ação Multiprofissional.
1a ed. São Paulo: Lovise, 2002.

Leia todo o texto